Fone
(51) 3594.8251 / (51) 82061212
Endereço
Av. Bento Gonçalves, 3058
Novo Hamburgo - RS - Brasil
Nutrição Ortomolecular
  

Voltar

Lista de Minerais | Zinco

Um dos sinais externos da sua carência no organismo é a mancha branca nas unhas e outra é a caspa, as dores dos estirões de crescimento na infância e adolescência também revelam sua deficiência.

O zinco, entre outras virtudes corrige o sistema imunológico. Esta afirmação está registrada no documento da Universidade das Nações Unidas divulgada no primeiro semestre de 2004, onde o tema foi: A importância dos Minerais Para o Pleno Funcionamento do Corpo Humano, entre as conclusões estão: A primeira é que 20% da população não incluem zinco em sua dieta diária, a segunda, é que a taxa de mortalidade infantil cai em pelo menos 50% quando se fornece o mineral para as crianças que se encontram em situação de risco.

Sabemos que durante a gravidez a deficiência de zinco se manifesta através da náusea, muito comum nos prImeiros 3 meses, além disso, a falta de zinco pode causar retardo no crescimento físico e mental, atrofia dos testículos, calvície , diarréia, atraso na atividade sexual, impotência, lesão nos olhos e na pele (escamação e rugosidade), perda de apetite, hiperatividade, déficit de atenção, perda de memória, depressão e anencefalia (crianças que nascem sem cérebro) segundo livro de Nurição, de Mary Linden, da Universidade da Califórnia.

A Importância do zinco para a saúde:

  • indispensável para a atividade das vitaminas ingeridas por via oral
  • participa na constituição de  mais de 200 enzimas envolvidas na digestão e no metabolismo
  • importante componente de insulina, participando da sua estabilização
  • indispensável e essencial na síntese dos ácidos nucléicos
  • essencial para a cicatrização de ferimentos e queimaduras
  • essencial na reprodução humana; durante a gestação é indispensável ajudando no crescimento do tecido do feto
  • normalizador da função da próstata
  • participa diretamente nas funções do gosto, olfato e visão
  • indispensável  no crescimento; aos doze anos o zinco é indispensável para o desenvolvimento normal da puberdade, no homem pode causar um desenvolvimento lento, a mulher requer menos zinco
  • protege o sistema imunológico
  • preventivo de cegueira
  • indispensável para tratar cansaço ou fadiga fácil
  • mantém a estrutura e função das membranas celulares
  • protege contra as infecções
  • ação preventiva e profilática dos mais diversos tipos de câncer; na idade adulta, a deficiência de zinco e B6 podem predispor as células a alterações cancerígenas
  • cicatrização definitiva de úlceras, gastrites e eliminação de gastrites com PH elevado de estômago, situação de baixa acidez estomacal, 45% dos casos de gastrite após os 50 anos de idade
  • útil na impotência sexual ação contra a queda de cabelos
  • tratamento de diabetes
  • útil nos tratamentos dos reumatismos
  • hipertensos têm quantidades altas de cobre e baixas de zinco
  • quando o zinco está presente no organismo em nível adequado, traz uma série de benefícios, estimulando a atividade de aproximadamente 300 enzimas (substâncias que promovem reações bioquímicas no corpo) ele interage com as vitaminas do complexo B e com a vit A
  • estimula o humor e a inteligência através da utilização da PKC (zinc finger, os hormônios da tireóide) a reposição de zinco ativa os receptores melhorando o ”encaixe” nos receptores hormonais;

Cuidados especiais:

Em doses excessivas, pode causar diminuição do cobre no sangue, favorecendo condições geradoras de aterosclerose e deprimir o sistema imunológico.

Fontes alimentares do zinco:

As principais fontes de zinco são carnes vermelhas e de frango, feijão, frutos do mar, nozes, grãos e cereais, a maior concentração de zinco está nos mariscos. Também encontra-se em menor quantidade no gengibre, castanha do pará, amendoim avelãs, ervilhas, salsinha, vagem, repolho roxo, espinafre, gema de ovo, aveia, germe de trigo, pão integral, milho e alho.

Voltar

  
Desenvolvido por Pág1